Defesa de tese de doutorado de Adilson Silva Santos

Título: Sírios e Libaneses no Sul do Espírito Santo (1890-1930)
Data de defesa: 20/12/2019
Horário: 14h
Local: sala de webconferência do CCHN, Campus Goiabeiras, UFES

Banca Examinadora:  Maria Cristina Dadalto (Orientadora)
Renata Siuda Ambroziak (Examinador Externo - University of Warsaw)
Oswaldo Mário Serra Truzzi (Examinador Externo – UFSCar)
Adriana Pereira Campos (Examinador Interno – UFES)
Sergio Luiz Marlow (Examinador Interno - UFES)

Resumo: Esta tese tem como tema a imigração síria e libanesa para três localidades do sul do Espírito Santo, entre os anos de 1890 e 1930: Itapemirim, Mimoso e Cachoeiro de Itapemirim. A problemática principal versa sobre as razões para a ascensão econômica, social e política desses imigrantes na sociedade sul capixaba. Busca-se analisar as estratégias sociopolíticas utilizadas por esses imigrantes e seus descendentes no processo de inserção social, bem como os meios através dos quais (re) construíram e negociaram suas identidades. Em linhas gerais, a trajetória que construíram foi marcada por muitas dificuldades, conflitos, renuncias e negociações, mas que lhes permitiu participar da tessitura do tecido social espírito-santense. O corpo documental desta pesquisa abriga fontes escritas, como registros de nascimento, casamento e óbito, periódicos publicados no Espírito Santo, inventários, processos crime e inquéritos policiais, assim como as fontes orais. Por meio da análise dessas fontes foi possível (re) construir e discutir os elementos constitutivos das trajetórias desses sujeitos migrantes nas três localidades mencionadas. Além disso, foi possível identificar as principais estratégias de inserção social que utilizaram ao longo de seu assentamento, com destaque para a exogamia e a filantropia. Para análise desses documentos históricos, orais e escritos, examina-se a relação entre a constituição da memória individual, social e/ou coletiva e as identidades construídas por esses imigrantes. Acrescente-se a este exame aquele realizado sobre o uso etnicidade dos sírios e libaneses em práticas cotidianas, que demonstraram que a imigração síria e libanesa experimentou uma hibridização cultural.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910