Intercâmbios institucionais

Um dos aspectos que mereceram uma atenção especial do PPGHis diz respeito justamente à consolidação de convênios, intercâmbios e parcerias com grupos de pesquisa, universidades e instituições científicas nacionais e internacionais. Nesse sentido, a principal intervenção realizada foi a formalização institucional de atividades que já vinham sendo executadas pelos docentes do Programa em associação com os seus pares, ao mesmo tempo em que se investiu na busca de outras parcerias. Para tanto, a implantação dos sete laboratórios de pesquisa do PPGHis revelou-se uma iniciativa de extrema relevância. As iniciativas empreendidas pelos laboratórios podem ser consultadas em nossa página http://www.historia.ufes.br/content/laboratórios-ppghis).

No que diz respeito à consolidação de intercâmbios internacionais, o PPGHIS e seus professores têm empreendido as seguintes iniciativas:

  1. Celebração de um convênio internacional entre o PPGHis e o Laboratoire de Analyse Comparée des Pouvoirs da Université de Paris-Est. Firmado em 2004, o convênio possibilitou que, entre 2005 e 2008, o PPGHis integrasse o Programa ARCUS 7, um acordo de cooperação acadêmica coordenado pelo Ministério Francês dos Negócios Estrangeiros e pelo Ministério da Educação Nacional, do Ensino Superior e da Investigação (MENESR). O Programa ARCUS 7, do qual, além da França, fizeram parte o Brasil e o Chile, tinha por objetivo geral fazer emergir, em território francês, novas oportunidades de formação superior e de investigação por intermédio de acordos entre universidades francesas e latino-americanas. Na região da Ile-de-France, um consórcio de universidades se reuniu para definir um programa constituído por eixos temáticos consagrados às interações entre a Europa e a América do Sul no domínio das línguas, da literatura, das artes e da história. Na interface com o Brasil, o ARCUS 7 foi coordenado pela profa. Idelette Muzart e agrupou as seguintes universidade: UFES, UFBA, UFPB, UNIRIO, UFSC, UFRGS, UFG, UFMG e UNICAMP, além da Fundação Casa de Rui Barbosa. Com o apoio inicial do Programa ARCUS 7 e agora com o apoio da PRPPG/Ufes, o PPGHIS tem recebido a colaboração regular do prof. Michael Soubbotnik, especialista em Filosofia Política, que ministra todos os anos, desde 2005, a disciplina "História das Concepções Políticas e Sociais", bem como realiza pesquisas na sua área de especialização. Ainda no âmbito das atividades que foram incentivadas pelo Programa ARCUS 7, ocorreram, na UFES, as Jornadas Multidisciplinares, uma atividade conjunta dos Programas de Pós-Graduação em História, Letras e Filosofia sob a coordenação dos profs. Dr. Michael Soubbotnik (PPGHis/Ufes) e Olga Maria Machado Souza (PPGL/Ufes). Como produtos intelectuais dessas Jornadas foram publicados os livros "O corpos e suas fic(xa)ções", de 2007, e "Enlaces: psicanálise e conexões", de 2008, ambas as obras contendo a contribuição de docentes do PPGHIS. Em outubro de 2010 realizou-se um colóquio em Paris. Na oportunidade, uma missão de pesquisa composta por três professores do PPGHIS reuniu-se, por três dias, com os pesquisadores do Laboratoire de Analyse Comparée des Pouvoirs com o propósito de afinar as pesquisas dos dois programas e propor uma agenda de trabalho para os anos subsequentes que incluirá publicações e a realização de missões científicas regulares.

  2. Convênio com a Université Paris-Est e Universidade do Minho
    Um dos resultados foi a internacionalização do Simpósio de História da Ufes, que em 2011 completou 36 anos de existência e 18 edições. Mediante o convênio com a Université Paris-Est, duas edições internacionais foram realizadas (2007 e 2009). O tema da primeira edição foi "Impérios, Religiosidades e Etnias", ocasião em que foram inscritos cerca de 200 trabalhos. Já em 2009, o tema escolhido foi "Cidade, cotidiano e Poder", quando então o número de inscrições para apresentação de trabalhos girou em torno de 480 trabalhos. Em março de 2010, celebramos um convênio internacional com a Universidade do Minho por intermédio da profa. Maria de Fátima Cunha Moura Ferreira, do Departamento de História. O convênio foi oficializado quando o PPGHis enviou uma missão a Portugal com o intuito de discutir estratégias de associação entre o PPGHis e aquela universidade lusitana. Na oportunidade, verificou-se que os docentes da Universidade do Minho desenvolvem trabalhos de investigação que se aproximam bastante dos temas e objetos analisados pelos docentes do PPGHis. De fato, a Universidade do Minho conta com especialistas em História Política, História das Instituições, Arqueologia e História Romana e História Medieval com condições, no futuro, de responder pela supervisão dos estágios de pesquisa dos doutorandos do PPGHis e de ministrar cursos e conferências no Brasil. Em razão deste convênio, a Universidade do Minho foi incluída como organizadora do III Encontro Internacional, realizado em 2011, ao lado da Ufes e da Université Paris-Est. O tema escolhido foi "Territórios, poderes, identidades", quando então o número de inscrições para apresentação de trabalho girou em torno de 550 trabalhos, com a participação espontânea de universidades e institutos de pesquisa nacionais e estrangeiros, o que assinala uma expressiva receptividade ao evento por parte da comunidade acadêmica. A parceria com a Université Paris-Est e a Universidade do Minho tem se efetivado por meio tanto da composição de um comitê científico interinstitucional quanto da vinda de pesquisadores franceses e portugueses. Em 2007, recebemos os professores George Lomné e Pascale Girard, em 2009 estiveram, entre nós, os professores Fredéric Moret, Mathilde Larrère e Vincent Lemire, ao passo que em 2011 estiveram, entre nós, os professores Geneviève Bührer-Thierry (Université Paris-Est), Maria de Fátima Moura Ferreira (Universidade do Minho), Frédéric Moret (Université Paris-Est), Helena Carvalho (U.Minho/CITCEM) & Frédéric Trément (Université Blaise Pascal – Clermont-Ferrand 2 – CHEC-EA1001), Manuela Martins (U.Minho - CITCEM), Luís Fernando de Oliveira Fontes (U. Minho/UAUM), Pierre Savy (UPE/França), Mathilde Larrère (UPE/França), Maud Chirio (UPE/França), Francisco Manuel Azevedo Mendes (Univ. do Minho/CITCEM), Pascual Marzal (Universidade de Valencia) e João Paulo Dias (Universidade de Coimbra). Como nas edições anteriores, a última edição do congresso obteve financiamento das agências de fomento locais (Facitec e Fapes) e nacionais (Capes e CNPq), o que o credencia para se classificar muito bem no conjunto de eventos da Área de História. Como produtos dos eventos, citamos a publicação, na íntegra, dos trabalhos apresentados sob a forma de anais eletrônicos e a publicação impressa das conferências proferidas.

  3. Celebração de um convênio internacional com a Université Paul-Valéry (Montpellier). O convênio foi oficializado em 2010 quando o PPGHis enviou uma missão a França com o intuito de discutir estratégias de associação entre o PPGHis e Université Paul-Valéry. Fruto do convênio, houve o credenciamento do prof. Dr. Gilvan Ventura da Silva no Centre Libanios de Recherche sur l’Antiquité Tardive, sob a direção do prof. Pierre-Louis Malosse e foi sugerida a ampliação das redes de intercâmbio com os demais docentes do PPGHis mediante a integração destes no Centre de Recherches Interdisciplinaires en Sciences Humaines et Sociales de Montpellier (C.R.I.S.E.S.), centro este estruturado em três eixos (Tempo Longo das Sociedades Antigas e Medievais, Tempo Longo das Sociedades Modernas e Contemporâneas e Antropologia e Reflexividades Filosóficas) e que já conta com a colaboração de pesquisadores espanhóis, ingleses, alemães e italianos.

  4. Participação dos prof. Luiz Cláudio Moisés Ribeiro e Maria da Penha Smarzaro Siqueira no projeto de pesquisa interinstitucional e interdisciplinar Modelos de Gestión de Puertos y la Comunidad Portuaria, coordenado pelo prof. Miguel Suárez Bosa, da Universidad de Las Palmas de Gran Canarias, com duração prevista para 3 anos (2010-2012) e subvencionado pela Agência de Investigação Científica da Espanha. Além de Brasil e Espanha, o projeto agrega especialistas de diversos países, a saber: Venezuela, México, Cuba, Argentina e Senegal. O principal objetivo do projeto é analisar as transformações da infraestrutura portuária e das correspondentes legislações de gestão dos portos nos países banhados pelo Atlântico desde a segunda metade do século XIX até os dias atuais.

  5. Participação do prof. Antonio Carlos Amador Gil no convênio firmado entre o IEA/USP e El Colegio de México, com a coordenação de Maria Lígia Coelho Prado e Guillermo Palácios. Por meio desse convênio pretende-se estimular a produção sobre a História do México feita por pesquisadores brasileiros. O convênio prevê workshops com a presença de especialistas mexicanos, bem como missões de estudos de especialistas brasileiros ao Colégio de México.

  6. Associação do Laboratório História, Poder e Cotidiano sob a coordenação da prof. Adriana Pereira Campos com o Centre of Brazilian Studies, da Universidade de Vanderbilt (E.U.A.), dirigido pela profa. Jane Lander. Essa associação tem resultado na execução conjunta do projeto Ecclesiastical Sources of Slave Societies, cujo propósito é construir uma ampla base de dados sobre fontes para a história da escravidão conservadas em arquivos paroquiais. No caso do ES, os pesquisadores vinculados ao Laboratório História, Cotidiano e Poder tem realizado a digitalização dos documentos paroquiais referentes à escravidão depositados na Cúria Metropolitana de Vitória. Este documentos estão sendo disponibilizados em http://www.cchn.ufes.br/nudes/

  7. Celebração de um Acordo de Cooperação com a Ca’ Foscari Universidade de Veneza. Com o apoio do PPGHis, e sob a coordenação da profa. do PPGHis Dra. Maria Cristina Dadalto, a Universidade Federal do Espírito Santo celebrou um acordo de cooperação nas Áreas de Educação, Ciência e Cultura com a Ca’ Foscari. Através deste acordo, podem ser desenvolvidas visitas mútuas entre os professores de ambas as universidades, a fim de promover atividades comuns no campo da pesquisa, bem como seminários, cursos, conferências, palestras, experiências em campos de interesse comum, publicações conjuntas, troca de publicações e informações em qualquer tema que seja considerado útil pelas partes. Também poder ser desenvolvidos programas de intercâmbio na pós-graduação para estudo e pesquisa; programas de intercâmbio de estudantes para o atendimento de cursos, treinamento prático, especialização e outras atividades educacionais e programas de intercâmbio para pessoal técnico e administrativo, quando considerado relevante. Através deste convênio, recebemos em 2011, como professor visitante, o prof. Dr. Luís Fernando Beneduzi que durante sua estada no Brasil ministrou, no segundo semestre de 2011, a disciplina Imigração, história e cultura política para o PPGHis. Durante a estadia do professor visitante foi realizada a I Jornada UFES Fluxos Migratórios e Identidades: uma agenda de pesquisa, nos dias 02, 03 e 04 de agosto de 2011, que foi organizada pelo PPGHis sob a coordenação da Profa. Dra. Maria Cristina Dadalto. O evento contou, em sua programação, com a realização de uma conferência de abertura realizada pelo prof. Dr. Luis Fernando Beneduzi da Universidade Ca' Foscari de Veneza, mesas redondas, e minicurso sobre "Narrativas de viagem: o uso da história oral na análise de processo migratórios" ministrado pelo conferencista convidado. Participaram estudantes, pesquisadores e professores. Os estudos sobre fluxos migratórios são uma área do saber intrinsecamente interdisciplinar. Na interseção entre a história, literatura, linguística e ciências sociais, entre outras áreas do conhecimento, vêm se firmando como uma das áreas que mais tem despertado questões na contemporaneidade, tanto em nível nacional como internacional. Esta Jornada se apresentou como um espaço comum para o debate entre essas diversas áreas do saber que são, de fato, diversas faces do mesmo objeto.

No que diz respeito à consolidação de intercâmbios nacionais, o PPGHis e seus professores têm empreendido diversas iniciativas. Além das iniciativas diretamente vinculadas aos Laboratórios, o PPGHis ainda promove e/ou apoia outras modalidades de intercâmbio acadêmico, seja celebrando convênios, promovendo eventos em conjunto com outros programas de pós-graduação, ou proporcionando a vinda, ao Espírito Santo, de destacados pesquisadores do País e do exterior.

CONVÊNIOS

  • Termo de cooperação técnica entre o Arquivo Público do Estado do Espírito Santo – APEES e a Universidade Federal do Espírito Santo por iniciativa da Área de História. O Termo de Cooperação Técnica firmado tem por objeto a conjugação de esforços entre as partes, objetivando a articulação, a integração e o intercâmbio entre os partícipes, visando à cooperação mútua para a consecução de suas finalidades organizacionais e institucionais, no âmbito do Poder Executivo Estadual e da Ufes. Compete ao Arquivo Público do Estado do Espírito Santo – APEES: Fornecer espaço para aulas práticas da Área de História (Graduação e Pós-Graduação), conforme designação do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Ufes; Designar vagas de estágios para os alunos de História nos diferentes setores que compõem o APEES ou em outros arquivos do Programa de Gestão Documental do Estado do Espírito Santo – PROGED; Cooperar no desenvolvimento de projetos de pesquisa, ensino e extensão em áreas afins às Ciências Humanas e, particularmente, à área de História; Compete à Universidade Federal do Espírito Santo – Ufes através do PPGHis disponibilizar os docentes do PPGHis e/ou alunos do Curso de Pós-Graduação em História para elaborar e desenvolver projetos de pesquisa, ensino e extensão de interesse mútuo no âmbito do acervo documental e das instalações do APEES ficando, todavia, proibida a prestação de serviços, inclusive consultoria; desenvolver publicações resultantes dos projetos e desenvolver eventos de interesse mútuo.

EVENTOS EM CONJUNTO COM OUTROS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO

Podemos citar o Fórum de Debates Povos e Culturas das Américas, um evento realizado em consórcio com o Núcleo de Estudos das Américas (Nucleas), órgão coordenado pela Profa. Maria Teresa Toríbio Brittes Lemos e vinculado ao Programa de Pós-Graduação em História da UERJ. Em 2004, foi realizada a primeira edição do Fórum, com o tema: América Latina e o Processo de Modernização, como uma etapa preparatória do IX Congreso de la Sociedad Latinoamericana de Estudios sobre América Latina y el Caribe, que contou com a participação de docentes e discentes da Ufes. O evento foi novamente realizado em 2006, 2009 e 2011. Nos dias 6 e 7 de junho de 2011 foi realizada na Ufes, a segunda etapa do VI Fórum de Debates Povos e Culturas nas Américas, com o tema Cidades em Debate: Economia, Meio Ambiente e Etnicidade, organizada pela coordenação do PPGHis. Neste evento tivemos a participação de conferencistas estrangeiros: Prof. Dr. Mario Oliva da Universidad de Costa Rica; Profa. Dra. Irina M. Vershinina – Instituto de América Latina da Academia de Ciências da Rússia e Prof. Dr. Oscar Barboza Lizano da Universidad de Costa Rica além de trabalhos de pesquisadores do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Desse modo, as edições regulares do Fórum no Rio de Janeiro e em Vitória tem constituído um importante espaço de intercâmbio entre os pesquisadores do PPGHis/Ufes e do PPGHis/Uerj.

VINDA, AO ESPÍRITO SANTO, DE DESTACADOS PESQUISADORES DO PAÍS E DO EXTERIOR

No que diz respeito à promoção de visitas acadêmicas, essenciais para o desenvolvimento intelectual do Programa, podemos citar, a princípio, a realização anual dos Seminários de Pesquisa, uma atividade cujo propósito é propiciar a discussão em torno dos projetos de pesquisa dos pós-graduandos. Nas sessões de trabalho há sempre a presença de um convidado de outro Programa de fora do Espírito Santo, que representa o olhar externo sobre a pesquisa.

Além disso, tivemos, no decorrer do ano de 2011, diversos eventos que proporcionaram a vinda, ao Espírito Santo, de destacados pesquisadores do País e do exterior. Destacamos o III Congresso Internacional UFES/ Université Paris-Est/ Universidade do Minho - XVIII Simpósio de História da Ufes "Territórios, poderes, identidades" - 7 a 10 de novembro de 2011; a I Jornada Ufes Fluxos Migratórios e Identidades: uma agenda de pesquisa - 2, 3 e 4 de agosto de 2011; o VI Fórum de Debates Povos e Culturas nas Américas - Etapa Vitória Cidades em Debate: Economia, Meio Ambiente e Etnicidade - 6 e 7 de junho de 2011; a I Oficina de Gênero e Violência – 6 a 8 de dezembro de 2011; o Colóquio Historiografia e consciência histórica ocidental – 19 e 20 de outubro de 2011 e o II Encontro do Laboratório de Estudos sobre o Império Romano (Leir/Ufes) Formas e imagens da exclusão social no Império Romano – 30 e 31 de março. Cabe destacar também a Conferência "A Identidade Europeia na Era Pós-Colonial" com a profa. Dra. Luisa Passerini - Universitá di Torino (UNITO) ocorrida em 15 de agosto de 2011. (Maiores detalhes sobre estes eventos em nossa página eletrônica http://www.historia.ufes.br/content/eventos-da-área-de-história)

Transparência Pública
Acesso à informação
Reuni

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910