Defesa de dissertação de mestrado Bruno Batista Bolfarini

Título: Nacionalismo e Indigenismo em José Carlos Mariátegui: Uma Ponte entre a Tradição e a Modernidade
Banca Examinadora:
Antonio Carlos Amador Gil (Orientador)
Julio César Bentivoglio (Examinador Interno)
Fernando Luiz Vale Castro (Examinador Externo - UFRJ)
Data de defesa: 03/07/2017
Horário: 14:00
Local: Sala 213 - Edifício Bárbara Weinberg

 

Resumo:
Veremos, na dissertação, a proposta de José Carlos Mariátegui de superar a dicotomia étnico-geográfica do Peru por meio de uma ponte entre a tradição e a modernidade, possível através de um projeto socialista adaptado à realidade peruana. Para que o país viesse a se constituir como nação integral e socialista, tendo o índio como protagonista, o pensador sustenta a noção de um socialismo heterodoxo, junção da tradição indígena - esquecida como memória histórica que até então valorizou o elemento criollo como símbolo da nacionalidade peruana – com a modernidade ocidental. Através de uma compreensão do modo de se pensar o indigenismo e o nacionalismo nos discursos dos intelectuais do final do séc. XIX, veremos que o pensamento de Mariátegui apresenta-se como rompimento que, no entanto, ainda mantém alguns aspectos de controle cultural sobre as populações autóctones.

Transparência Pública
Acesso à informação
Reuni

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910