Thomas Carlyle: medievalismo e conservadorismo reformista na obra Past and Present (1843)

Nome: Filipe Lomba Garcia Roza
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 22/08/2019
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Antonio Carlos Amador Gil Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Antonio Carlos Amador Gil Orientador
Fabio Muruci dos Santos Coorientador
Marcelo de Mello Rangel Examinador Externo
Ueber José de Oliveira Examinador Interno

Resumo: Esta dissertação pretende elucidar as inclinações e proposições políticas do historiador escocês Thomas Carlyle, com a finalidade de discutir suas relações com a ideologia conservadora moderna a partir de sua obra Past and Present (1843). Para tanto, tal obra se centrará no debate acerca o medievalismo como característica marcante dos escritores românticos do século XIX e sobre o conservadorismo reformista de Thomas Carlyle, destacando suas diferenças com outros fenômenos do conservadorismo no mesmo século. Apesar da maior ênfase em Past and Present, a obra Os heróis (1841) também estará presente para discussões acerca da escrita da História carlyleana. A análise dessas obras é de fundamental importância para definirmos o lugar de Thomas Carlyle nos grandes temas – como política, democracia, liberdade e religião – que ainda são debatidos na contemporaneidade.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910