Defesa de dissertação de mestrado de Jenny Barros Andrade

Título: Corpo, espaço e disciplina na Antiguidade Tardia: um estudo sobre o convivium com base na Saturnalia de Macróbio e na cultura material
Data de defesa: 14/09/2018
Horário: 10:00h
Local: sala 308 do prédio Bárbara Weinberg, CCHN - UFES
 
Banca Examinadora: Gilvan Ventura da Silva (Orientador)
Renata Lopes Biazotto Venturini (Examinador Externo - UEM)
Belchior Monteiro Lima Neto (Examinador Interno)
Érica Cristhyane Morais da Silva (Examinador Interno)
 

Resumo:
 
O objetivo desta dissertação consiste em identificar as regras e os códigos de conduta presentes no banquete aristocrático dos séculos IV e V na região da Itália. Compreendemos o convivium como um importante rito social durante a Antiguidade Tardia, utilizado como um instrumento de reafirmação e definição de hierarquias, relações de poder e identidades. Tais regras de conduta, que eram incutidas por meio da formação da paideia, regulavam o corpo do conviva, moldando-o de acordo com a conduta esperada pelos demais participantes. Conforme o conviva respeitava ou não essas regras, sua identidade poderia ser associada a um homem virtuoso e civilizado ou a um intemperante, sem polidez e sem civilidade. Para a realização dessa pesquisa, utilizamos a obra Saturnalia, do escritor e filósofo Macróbio, a fim de identificar as normas presentes no momento do banquete e a representação que o autor realizou dos convivas descritos na obra. Também analisamos quatro fontes iconográficas oriundas dos séculos IV e V, dentre elas mosaicos, pinturas, ilustrações e bandejas de prata ilustrando o convivium romano, a fim de compreender de que modo a identidade dos comensais era construída a partir de sua representação no banquete. Além disso, com o objetivo de entender como o espaço físico da festa interferia na regulação do corpo do comensal, com suas hierarquias e normas, examinamos a planta da Villa del Casale, localizada na região da Piazza Armerina, na Sicília. Em relação aos conceitos, utilizamos os de representação, de corpo, de sociabilidade; de espaço; de festa; de disciplina; e de identidade. Em relação à metodologia adotada, aplicamos o método da Análise de Conteúdo, de Laurence Bardin, na leitura do documento.
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910